Páginas

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Lição de Casa

São 14hs e 30 min. Acabamos de fazer a nossa lição de casa de hoje...
Tudo certo e guardadinho dentro da mochila, esperando pela correção da Prô, amanhã, lá na escola.
;o)

Busquei este assunto para publicar no Blog, hoje, por que foi tema de discussões entre algumas mães, na semana passada.  E, bom, sem querer fazer alusão à esta ou àquela pessoa em particular... temas discutidos, acabam sempre sendo temas interessantes para se pesquisar, e postar aqui no Blosg, ok?

A Laura curte fazer lição de casa. E, portanto, não tenho muitos problemas com isso. Porém, muitos pais têm dificuldades em "delimitar" o seu envolvimento com a lição de casa dos filhos. E são tantos os pontos de vista... Hoje, conversei com a professora da Laura e a Coordenadora Pedagógica da escola sobre o assunto - sanei algumas pequenas dúvidas que eu tinha e reafirmei o meu posicionamento. Depois, pesquisei na net e, entre muitos materiais legais, encontrei uma publicação bem completinha sobre "Lição de Casa", no site da revista Educar para Crescer.

Não deixe de dar uma espiadinha em:
(depoimentos de profissionais, posicionamentos, dicas e atividades)
 
 
Destaco algumas dicas/posicionamentos pessoais:
 
- Procure deixar seu filho descansar da escola e de outras atividades físicas ou intelectuais, antes de iniciar a lição. Uma cabeça descansada tem mais disposição. Porém, fazer a lição muito depois da escola, predispõe a criança a esquecer a orientação dada pelo professor.
 
- Auxilie seu filho, proporcionando um ambiente calmo, iluminado, com assento adequado  (mesas muito altas ou baixas prejudicam a postura) e recursos para que ele se concentre sobre o tema proposto. Nem sempre a lição deve ser desenvolvida na escrivaninha... Tem cola? Tem tinta? Tem observação? Tem pesquisa na Net?
 
- Como diz a figura acima, lição de casa é participação. Isso, nem de perto, significa que você tenha que dar respostas prontas para seu filho. E sim, estimulá-lo a pensar. Dar subsídios. Mas, com certeza, significa que você deve saber sobre o que é a lição de casa, significa dar uma conferida nas respostas e sugerir correções.
 
- Se, no seu trabalho, você precisa do Ok do seu chefe acerca das atividades que você desenvolve, imagine uma criança em fase de alfabetização. Pense nisso! Sou da turma dos que pensam que devemos nos envolver  com a lição de casa, sempre! Auxiliando, estimulando, cobrando, tomando... enfim, até o final do ensino fundamental, pelo menos. Em maior ou menor intensidade, conforme a evolução  e as necessidades de cada aluno.
 
- Estimulo a autonomia e a organização para com a Laura. Ela deve ler o enunciado, completar a atividade, sanar dúvidas. Eu a faço observar sua produção. Fazer uma análise crítica - identificar os próprios erros. Tento incentiva-la a fazer o melhor possível, dentro de um prazo de tempo adequado para a tal tarefa. Se tudo ok, ela mesma deve organizar, guardar e preparar o material para o dia seguinte. Mesmo que às vezes seja necessário a minha supervisão ;o)
 
- Ainda, para reforçar, peço que fique atenta a explicação e correção das atividades, que o professor fará em sala de aula, junto com os amigos. Peço que preste atenção em todas as possibilidades de resposta... Isso funciona? Não sei. Estamos começando... A Laura está no segundo ano do ensino fundamental - a nossa antiga PRIMEIRA série... Por enquanto, tudo certo! Sem birras ou bringas, ou descaso... com argumentação e interesse. Para nós, isso é o que vale! Entenderam o por quê do nossa lição de casa?
 
BJKS Barulhentas ;o)